terça-feira, 18 de janeiro de 2011

PRATICAS MASCULINAS PARA 2011

 
Vi no site da Revista Marie Claire - mais precisamente no blog Fale com ele - algumas resoluções que os homens acham válidas que nós, mulheres (me enquadro em tal categoria, e imagino que, 80% das leitoras do Calmila sejam do sexo feminino idem) coloquemos em prática no ano que ainda é recém-nascido. Nesse ritmo de renovação, de novas atitudes, e afins, me arrisquei. Listo então, alguns tópicos que as gurias também achariam ótimos se fossem postos em prática para uma melhor convivência entre seres de Vênus, e criaturas de Marte:
 
 
 
 
1) "Serei macho na medida certa"
Na minha opinião, homem de verdade, que não tenha medo de baratas e insetos, e não peça dicas de beleza, ou creminhos emprestados, está em falta no mercado. A macheza de um cara nada tem a ver com bancar o rude, ou ter voz grossa, e braços musculosos. Muito menos em agir como um caminhoneiro. Está no equilíbrio entre se cuidar e usar algo para higiene e saúde, e arrotar e palitar os dentes. Ponderar o homem ogro com o lado afeminado que aí dentro existe é um desafio e tanto. Por favor, sem pintar as unhas e demasiados atos de metrossexualismo - acaba anulando a virilidade masculina. Se cuidar e não parecer porco ou excêntrico são panoramas bastante distintos.

2) "Não implicarei com as roupas dela"
O crescente número de amigas que tem compromisso e um corpo legal e deixam de usar peças que gostam, e ficam bem com seu tipo corpóreo é de arrancar os cabelos, pirar. 'Não uso decote porque o mor não gosta', 'Ele disse que aquele vestido era muito curto' ou 'Prefiro esse biquini maiorzinho que mostra menos o corpo' são frases que tenho escutado cada vez mais. E me ultrajam. Se o cara foi capaz de fisgar o peixão que tá na rede, que cuide bem e não deixe escapar, oras. Ou não aguenta o tranco, e é inseguro demais pra levar muito areia no caminhãozinho? Nos poupem e joguem a cisma e o ciúme pra bem longe, viu.

3) "Deixarei que ela pague algo de vez em quando"
Há um grande número de caras machistas por aí, como todos sabemos. É inegável. Assim como mulheres machistas, e algumas feministas. Longe de mim ser estereotipada dessa maneira, até porque, não me complemento em nenhum dos adjetivos. Porém, não sei a maioria das gurias que lêem aqui, mas eu me sinto muito mal quando saio com um cara e, em todas as vezes, ele não me permite pagar nada, nenhum tostão. Se tenho meu dinheiro, é legal que eu pague algo também, de vez em quando. É como se a gente sentisse em conjunto o peso do dinheiro que está sendo gasto por uma só pessoa. Ocasionalmente, ela não ficará na pobreza se tirar um pouquinho da carteira, pode ter certeza.

4) "Não responderei monossilábicamente ou a deixarei falando sozinha quando numa DR"
Uma grande questão. Mulheres já possuem esse armazenamento infinito de palavras, tanto a serem ditas, quanto escutadas. E quando numa briga, argumentar e deixar a opinião bem esclarecida é fundamental. O foda é quando do outro lado se escuta apenas 'aham', 'é verdade', ou 'não sei'. Piora o quadro quando o cara sai no meio do monólogo, ou diz que já volta, e reaparece como se nada tivesse acontecido. Que os dois pontos se escutem, e cheguem num consenso. O ano é de Mercúrio, pessoal - quem leu essas previsões pra 2011 sabe disso, claro - e favorece as conversações. Quem conversa, se entende. Usufruamos!

5) "Levantarei a tampa do vaso antes de mijar"
Pelo amor de Deus, nem necessita explicação. Higiene é fundamental. Se tentar acertar a mira, melhor ainda.

6) "Tentarei ajudar nas tarefas domésticas, mesmo que furtivamente"
Porque o tempo de 'Amélia é que era mulher de verdade' ficou nas cavernas, em décadas passadas. Homens que cozinham, e lavam uma louça, ou sua própria roupa, estão em falta também. Ajudar não custa nada, e mulher nenhuma nasce com o estigma de doméstica.

7) "Não temerei compromissos, e os honrarei"
Isso vale pra casais ainda não nomeados, ou em início. Que vocês, homens, laguem de mão essa fixação em querer todas, e não ter nenhuma. É patético. Tanto que, mais tarde, muitos de vocês se arrependem, e não tem volta. Se num compromisso, que vocês não caiam no esquecimento do monumento que está ao lado de vocês - um pouco de romantismo sempre é bem-vindo, se sem exageros e pieguismos. E nada de olhar descaradamente pras mulheres bonitas que passam, é desrespeitoso!

8) "Sairei com os amigos, e deixarei você sair com suas amigas sem desconfiança"
Há alguns anos, a maior reclamação das mulheres era a de que, os homens acabavam muitas vezes saindo com os amigos, e as deixando quase com mofo, no sofá de casa. Acho que a inovação é algo que se expande a cada dia, e então, que os homens permitam sem ciúme e cobrança, que a gente saia também com nossas amigas. Afinal, relacionamento sem confiança mútua é um mato sem cachorro - ou melhor, uma troca sem benefícios. Se ambos não abusarem de tal resolução, tem tudo pra dar supercerto. O que não rola é esquecer da existência das amizades apenas porque se está de casalzinho (depois que acaba o relacionamento, a solidão é o único amparo).

9) "Não bancarei o brega"
Inclui não usar sunga, regata, bermuda acima do joelho, sapatênis, e uma infinidade de cores num só dia. Pochetes, sandálias, calça skinny, meias pretas e porta-celular em couro, no cinto, também devem ser extintos do guarda-roupa. Pelo próprio bem do homem, claro.

10) "Compreenderei a TPM"
Aceitar esse período crítico para a maioria das mulheres é algo essencial, a ser colocado em prática. Até porque, depois de agirmos como o anticristo, recompensamos muito bem e com muito carinho quem nessa fase nos suporta. Mime, afague os dengos, a deixe sozinha, mas suporte. Você sabe que passa, eu sei que é passageiro. É uma dica valiosa pro futuro.

E por último, mas não como uma resolução, e sim como um desejo feminino, que os bofes de 2011 nos compreendam, nos surpreendam, nos apareçam na hora certa! Que estejam do nosso lado porque querem, e não somente porque não apareceu nada melhor. Façam café da manhã na cama, coloquem a nossa música favorita, nos beijem logo cedo, ou antes de dormir. Que aprendam a lidar com os percalços e as maravilhas de conviver com o ser feminino - tão singular, e dignificador dos dias do homem. Nos façam felizes, que a gente terá prazer de fazê-los ainda mais contentes, podem ter certeza.

(Espero que esse post não seja levado para o lado de 'a Camila é feminista'. Não. Apenas que, tanto homens, quanto mulheres, são de natureza observadora e crítica, querendo sempre mais e melhor, de tudo. Se um homem foi capaz de ter essa idéia, por que não adaptá-la ao universo das luluzinhas? Além do mais, tudo tem um tom um pouco de brincadeira. Quando a gente ama, até os defeitos fazem a gente amar ainda mais e mais - é clichê, mas é de conhecimento geral.)
 
 
 
 
 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário